Site Autárquico de Vila Real de Santo António

Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasGabinete de Apoio ao Emprego Eurocidade do GuadianaAssociativismo

Apoio à deficiência

 A qualidade de vida e as oportunidades das pessoas designadas por pessoas com deficiência refletem não só as condições gerais de vida e as políticas socioeconómicas que têm caracterizado as diferentes épocas ao longo da história, como também as representações e construções sociais que vigoram acerca da deficiência.

No concelho de Vila Real de Santo António, os cidadãos com deficiência são uma preocupação, no sentido de que possam ter uma maior qualidade de vida; ter condição de expressar as suas capacidades e as suas expectativas; partilhar as suas necessidades; sociabilizar os seus problemas; ou seja, exercer a sua cidadania plena.

Banco de Ajudas Técnicas

O Banco de Ajudas Técnicas, criado em 2011, tem como principais objetivos: proporcionar apoio a pessoas em situação de dependência permanente/temporária, cuja situação de saúde requeira a utilização de ajudas técnicas; minorar as dificuldades de mobilidade; melhorar os cuidados na dependência de terceiros e envolver a família e a comunidade através da doação de material relativo a cuidados de dependência e/ou mobilidade, cuja utilização deixou de ser uma necessidade.

Regulamento Municipal do Funcionamento do Banco de Ajudas Técnicas do Município de Vila Real de Santo António

Formulário de Candidatura

 

 


Transporte da População com Deficiência

A autarquia assegura a viagem entre o município e a Fundação Irene Rolo em Tavira, numa carrinha que a própria instituição cedeu à Câmara Municipal para o efeito, suportando os custos com combustível e de manutenção da viatura e disponibilizando um motorista.

Os alunos que tenham condições para deslocar-se até à Fundação em transporte público beneficiam de uma comparticipação na aquisição do passe social.

 

Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência

Após a realização do Diagnóstico Municipal da Deficiência (2010) surgiu a necessidade de estruturar um Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência e suas famílias, como meio de facilitar o acesso, em igualdade de oportunidades, à informação.

Foram estabelecidos contatos com diversas entidades, tendo-se estruturado o documento em onze capítulos, nomeadamente referências de base; proteção social/segurança social; saúde, educação; formação e emprego; autarquia; fiscalidade; habitação; produtos de apoio (ajudas técnicas); outras informações; outros apoios.

Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência