Site Autárquico de Vila Real de Santo António

Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasGabinete de Apoio ao Emprego Eurocidade do GuadianaAssociativismo

Núcleo pombalino

Vila Real de Santo António foi projetada para ser a cidade ideal do iluminismo, cuja planta-modelo desenvolvia-se a partir de um elemento central, a praça, da regularidade das ruas e da uniformidade dos edifícios.

A Criação do Núcleo Pombalino surge de um plano pombalino pré- desenhado, com uma malha regular reticulada e cuja implantação estabeleceu-se em função da proximidade do rio e da topologia.

O núcleo urbano pombalino apresenta um traçado octogonal definido por trinta e cinco quarteirões de forma retangular em que o lado de maior dimensão se encontra paralelo ao rio e os quatro quarteirões de formato quadrangular situados no eixo N/S definido pelo Obelisco e pela Igreja Matriz.

A Avenida da República, desenhada para ser a fachada da vila, é representada por sete quarteirões simétricos em relação ao eixo marcado pela Casa da Alfândega, a Casa da Câmara e o Obelisco.

A arquitetura corrente caracteriza-se por edifícios de sobrado na Praça Real e na Baixa Mar, e térreos no resto da malha, desenhados segundo uma métrica rigorosa de vãos e uniformidade de coberturas. As casas térreas, de dois vãos, implantam-se em lotes estreitos com logradouro nas traseiras. Na Praça Real, os sobrados são marcados por porta/janela no piso térreo e janela no superior: na Baixa Mar os edifícios articulam arquitetónica e especialmente os usos comercial e residencial, definidos por portas no primeiro piso e sacadas no segundo.

AGENDA

PUBLICAÇÔES

Newsletter