Site Autárquico de Vila Real de Santo António

> Home > Notícias
Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasGabinete de Apoio ao Emprego Eurocidade do GuadianaAssociativismo

VRSA lidera missão de apoio da UE para desenvolver rede de cuidados de saúde na Líbia

VRSA lidera missão de apoio da UE para desenvolver rede de cuidados de saúde na Líbia

01/09/2016

Vila Real de Santo António recebe, a partir desta quinta-feira, a visita de uma comitiva líbia de autarcas e especialistas na área da saúde. A iniciativa é promovida pela autarquia em representação da Assembleia Regional e Local Euro-Mediterrânica (Arlem) do Comité das Regiões (CoR) da União Europeia.

O objetivo da missão visa prestar apoio às autoridades daquele país do mediterrâneo na implementação de uma rede de cuidados primários de saúde e dará a conhecer alguns projetos pioneiros desenvolvidos por Portugal e pela autarquia de VRSA, de que são exemplo o programa de cuidados oftalmológicos «Cuidar», através do qual já foram tratadas mais de 10 mil pessoas em apenas 2 anos.

«É sobretudo uma jornada de reflexão e de debate que irá contribuir para a organização de um sistema de saúde de base local num país que está a atravessar grandes dificuldades e no qual a União Europeia (UE) quer colaborar na sua reconstrução», destaca Luís Gomes, presidente da autarquia de VRSA.

Além de prestar apoio a estas entidades da Líbia - maioritariamente ligadas ao poder local e à gestão hospitalar - na implementação de uma rede de cuidados de primeira linha, a jornada vai permitir à comitiva participar em diversos seminários, debates e visitas de trabalho e dará a conhecer de perto um conjunto de boas práticas no setor.

Para isso, o programa conta com a colaboração, entre outras entidades, da Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Dra. Ana Rita Cavaco; de dirigentes da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve; de representantes do grupo Hospital Particular do Algarve; bem como de outras entidades e organismos ligados ao setor da saúde.

De acordo com Luís Gomes, que foi mandatado pelo Comité das Regiões e pela Assembleia Regional e Local Euro-Mediterrânica (Arlem) para coordenar e dirigir a missão, «este é o início de uma história de cooperação honesta e pragmática entre o País, a cidade de Vila Real de Santo António e a Líbia», defendendo, de igual forma, que «a reconstrução da Líbia significa um mediterrâneo mais seguro, forte e cooperante».

Além da chancela do Comité das Regiões, a iniciativa tem o apoio do Alto Representante para a Política Externa e Segurança da União Europeia,  Federica Mogherini, e integra-se na estratégia de Nicosia (ver texto de enquadramento).

O presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, é membro da Assembleia Regional e Local Euro-Mediterrânica (Arlem) desde outubro de 2015, no âmbito do seu trabalho no Comité das Regiões da UE.

 

Sobre a missão

Após a concessão do estatuto de observador à Líbia, no âmbito da União para o Mediterrâneo, o Comité das Regiões tem estabelecido contactos com as autoridades locais da Líbia desde julho de 2015, à luz da primeira reunião organizada pela UNSMIL, em Bruxelas (Março de 2015), reunindo vários autarcas com vista a apoiar a ONU.

Assim, e antes da sessão plenária da comissão Arlem, realizada em Nicósia, a 19 de janeiro de 2016, diversos autarcas e representantes políticos líbios enviados ao presidente do CdR, Markku Markkula, definiram uma lista de prioridades para, em colaboração com o Comité, iniciarem um processo de parceria e partilha de Know-how.

A estratégia de Nicosia é, portanto, uma ação de diplomacia com base numa abordagem da base para o topo, através da qual se procuram parcerias de cooperação sob a forma de seminários ou de trabalho de campo, de que é exemplo esta visita de trabalho que irá ser realizada em VRSA.

 

Além de VRSA, o projeto conta com as seguintes entidades e regiões parceiras:

  • Região de Murcia (gestão da água e tratamento)
  • Antuérpia (gestão de resíduos sólidos)
  • Nicosia (administração pública local)
  • Vila Real de Santo António (centros municipais de primeiros socorros)
  • Instituto para Economia e Paz / Mechelen - Bélgica (juventude, diálogo e luta contra a radicalização)
  • Associação maltesa das autoridades locais (aprendizagem da língua inglesa para funcionários públicos locais)