Site Autárquico de Vila Real de Santo António

> Home > Notícias
Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasGabinete de Apoio ao Emprego Eurocidade do GuadianaAssociativismo

Início das demolições marca II fase de requalificação da praia de Monte Gordo

Início das demolições marca II fase  de requalificação da praia de Monte Gordo

15/11/2017

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António dá início, esta quarta-feira, à demolição dos antigos apoios e restaurantes da Praia de Monte Gordo.

A operação marca o arranque da II fase de requalificação da praia de Monte Gordo e integra a construção de 18 novos apoios de praia, cujas estruturas serão constituídas por materiais uniformizados que ficarão ao mesmo nível do passadiço inaugurado em julho.

As demolições serão suportadas pelo município e estarão concluídas até ao final de dezembro. Já a construção dos novos apoios terá início em janeiro de 2018, devendo prolongar-se por um prazo de 5 meses.

A intervenção global (passadiço, acessos e restaurantes) está avaliada em 10 milhões de euros e permitirá a conclusão de todas as estruturas e equipamentos associados.

«O objetivo é termos a praia cem por cento funcional no próximo mês de maio, pronta para a próxima época balnear. Orgulho-me de poder dizer que esta é a maior operação de requalificação urbanística e ambiental jamais levada a cabo no nosso concelho», afirma Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA.

«Significa isto que, no próximo Verão, teremos uma praia de excelência, com novos acessos e apoios, em que todos ficam a ganhar. O feedback em relação ao novo passadiço tem sido muito positivo, pelo que esta é já uma aposta ganha», prossegue a autarca.

O projeto de requalificação, aprovado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), contempla a construção de 18 novos concessionários - que irão substituir os atuais - sendo futuramente acessíveis quer através do corredor central, quer da marginal.

«Recorde-se que o Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC), inicialmente aprovado, apenas previa a construção de 8 apoios de praia mas, através da sua revisão e do conjunto de reuniões desenvolvidas entre a Câmara Municipal e a APA, foi possível a instalação de 18 unidades», nota Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA.

Desta forma, todos os empresários que detinham atividade na praia e possuíam a sua situação regularizada não necessitaram de submeter-se a concurso, pondo-se fim ao sistema de licenças precárias que vigorava até ao momento.

O passadiço da praia de Monte Gordo é, atualmente, o maior do género no Sotavento algarvio. Com uma extensão de 3 quilómetros, representa um investimento de um milhão de euros.

 

Porquê a necessidade de construir um passadiço?

A requalificação da praia de Monte Gordo é uma imposição do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Vilamoura - VRSA, que prevê a criação de acessos e estruturas de apoio que não colidam com o cordão dunar e permitam a sua reconstrução.

Em todo o Algarve têm existido operações semelhantes em várias praias, assentes na construção de passadiços sobrelevados.

 

A obra em números:

  • 3000 metros de passadiço sobrelevado
  • 18 novos restaurantes / apoios de praia
  • Investimento no passadiço: 1 milhão de euros

Investimento global: 10 milhões de euros